Your address will show here +12 34 56 78
Sem categoria

Primeiramente o que é Google Ads e para que serve? o Google é a maior ferramenta de Links patrocinados da internet sendo uma das principais ferramentas para se alcançar o sucesso on-line, dentro dele temos o Google Ads, é uma plataforma que, são exibidos os resultados com base nas palavras chaves pesquisadas.

Criar um anúncio no Google Ads pode trazer muitos potencias clientes, se utilizado da forma correta. Para isso precisa-se entender e dominar esta ferramenta. Para que não seja um desperdício de tempo. Vamos então mostrar um pouco sobre como utilizar da melhor forma, pois como sabemos o Google hoje tem um número enorme de visitantes por dia e então porque não estar visível para esse público, não é mesmo?

Lembrando que não existe uma regra especifica de como se criar um anúncio de qualidade no Google Ads. Apenas se deve usar a estratégia adequada para atingir seu objetivo. vamos citar abaixo algumas dicas principais sobre por onde começar e o que se fazer para que seu projeto de certo.

Não tire conclusões precipitadas:  o que isso quer dizer? significa que se trata de um investimento futuro, seus anúncios não vão bombar da noite para o dia, isso requer um certo tempo até que você obtenha uma resposta, e assim você pode ir otimizando e pesquisando, para assim obter sucesso.

Ter Clareza: Tratando-se de Google Ads, seu principal objetivo é suprir suas necessidades e gerar a melhor experiencia para o seu cliente. Pois afinal, os clientes são a base para que seu negócio funcione, então você deve pensar como o Google, os seus anúncios precisam ser coerentes com sua página, produto ou serviço que o cliente procura. Pois caso isso não aconteça, você pode até chegar a sofrer uma punição do Google, que irá dar menos relevância a seu anúncio.

Estar atento aos formatos do Google Ads:  os formatos são muitos, e foram criados, baseando-se no comportamento do público. Como falamos anteriormente, você terá de testar alguns desses modelos, até descobrir qual deles mais funciona para você, e entender de fato o que o usuário está realmente buscando. O primeiro deles seria:

      1.Rede de pesquisa: sendo uma das mais clássicas a rede de pesquisa é nada mais que a compra de palavras chaves dentro da sua plataforma, para que quando forem pesquisadas, traga a esse cliente sei site/produto/ serviço como opção. Dentro da rede de pesquisas ainda temos algumas ramificações, que você poderá implementar o anúncio de um imóvel por exemplo, adicionando telefone, endereço, links e et.

      2.Video: já esta opção aparecerá como anúncio nos vídeos do Youtube, nesta opção vale ressaltar que, você precisa prender a atenção do lead, pelo menos nos 5 primeiros segundos, pois senão eles irão simplesmente pular esse vídeo e continuar o que estavam fazendo. Para isso recomenda-se contratar talvez um profissional especializado no ramo, para te ajudar a fazer um trabalho legal.

       3.Rede de Display: ele é um formato alternativo de pesquisa, trata-se dos anúncios gráficos que serão exibidos em sites e aplicativos. Ela é composta por milhões de sites que são parceiros do Google através de suas ferramentas. Integram-se Youtube, o blogger e o Gmail. Ela entrega muitas possibilidades de aumentar seu poder de conversão. Ale de atingir um público mais qualificado.

Crie anúncios Clicáveis: Pensar em como fazer os anúncios verdadeiramente uteis, o objetivo é que os clientes te encontre, e para isso, o seu anúncio precisa ser o mais próximo do que as pessoas pesquisaram, para isso, o Google te dá a opção de escrever desde o título até a descrição do resultado da busca. Para que assim as pessoas queiram ver mais sobre o assunto e cliquem no seu anúncio. Procure palavras e expressões populares para atrai-los.

Use e abuse das extensões: Como principal objetivode direcionar esses anúncios para as pessoas corretas, as extensões são ótimas! nele aproveite para adicionar informações de alta relevância. Adicione endereço, telefone, site se tiver, tudo que possa atrair os clientes para você. O que agrega uma melhoria considerável na chance de alguém clicar. Pois o Google já leva seu anúncio até eles, então vamos caprichar para ele ser acessado.

Objetividade nas palavras: A descrição tem que ser completa e objetiva, lembre se sempre de utilizar boas palavras e coloque-se no lugar do seu cliente, nem sempre algo muito formal chamará a atenção dele, seja breve e direto, com um jeito descontraído e leve.

Avalie as palavras chaves: A escolha das palavras chaves, influencia e muito! Aqui, você precisa prestar atenção pois, além de botar as palavras chaves selecionadas de acordo com o tema, deve se também inserir as abreviações. Como por exemplo, você vende bicicletas, e nas palavras chaves você pode inserir também, Bike, magrela, que são os termos populares mais utilizados.

Agora você já sabe como criar um anúncio de qualidade no Google Ads, pelo menos sabe por onde começar e como puderam ver, não é um bicho de sete cabeças, mais requer bastante atenção a cada etapa, para aproveitar ao máximo essa plataforma. Crie um objetivo claro e coloque a mão na massa, mais lembre-se de que os resultados não são imediatos, porém se você nunca começarmos, nunca vai saber.

0

Sem categoria

No caso de inadimplência, o melhor é tentar resolver de forma amigável a quitação do débito, incentivando o inquilino a pagar a dívida. Assim, é importante utilizar estratégias de cobrança, como:

Entre em contato com o inquilino

A melhor forma de cobrar o aluguel é entrar em contato com o inquilino para tentar resolver essa questão. Um dos meios de comunicação mais indicados é o telefone.

Durante a conversa, tente descobrir as razões pela falta de pagamento do aluguel. Com isso, você pode propor formas de resolver o problema do inquilino e ainda receber os valores devidos.

Lembre-se de manter a conversa sempre em tom amigável, cordial e sem ameaças, pois, isso pode deixar o locatário desmotivado a pagar o que deve, além de correr o risco de infringir a lei por cobrança excessiva e incorreta.

Escolha o melhor horário para fazer a cobrança.

Segundo especialistas, o melhor é entre às 9h e 11h da manhã, ou entre às 14h e 16h. Contudo, é preciso considerar o horário que o inquilino pode atender e conversar de forma tranquila e discreta, evitando constrangimentos no trabalho dele, por exemplo.

Envie notificações por escrito:

É sempre recomendado nos casos de inadimplência na locação, pois além de informar o locatário sobre o seu atraso nos pagamentos, esses avisos também podem ser utilizados como forma de comprovar a situação em juízo. Quando o pagamento não é realizado, mesmo com a cobrança e notificações enviadas para o inquilino, o proprietário pode decidir entrar com uma ação na justiça para receber os valores devidos, além de despejar o locatário e reaver o seu imóvel.É importante realizar a cobrança com toda a cordialidade. Porém é preciso firmeza,  evitando que o inquilino sempre arrume desculpas para não pagar o débito.

Medida liminar para despejo do inquilino

Para que o proprietário consiga utilizar um liminar para retirar rápido do seu imóvel o inquilino não paga aluguel, é preciso seguir alguns requisitos:

  • Não estar fixado no contrato de locação nenhuma garantia, como seguro fiança, caução, fiador, entre outras. Esse requisito está previsto no artigo 37 da Lei de Locação;
  • A falta de pagamento do aluguel e seus acessórios (conta de consumo, condomínio, entre outros);
  • Entre outros requisitos contidos na Lei do Inquilinato.

Caso a liminar seja concedida, o inquilino deve desocupar o imóvel ou efetuar o pagamento de todos os valores devidos em até 15 dias. Mesmo que uma parte do valor seja pago, o inquilino precisa quitar todas as dívidas por mais 10 dias.

Contudo, para evitar o uso desse recurso de forma abusiva, a justiça prevê  que o inquilino não pode ter utilizado nos últimos 24 meses anteriores a ação, a medida de acréscimo de tempo para quitação completa da sua dívida.

Em alguns casos, o juiz pode determinar um prazo maior, de até 30 dias para que o inquilino não paga aluguel saia do imóvel. A desocupação do imóvel pode ser determinada em até 15 dias nos seguintes casos:

  • Quando a data da citação for de mais de 4 meses ( o que pode acontecer na maioria dos casos);
  • Casos previstos na Lei do Inquilinato, nos artigos 9º e 46, § 2º.

Para o proprietário que aluga seu imóvel por conta própria, é preciso buscar ajuda jurídica para entrar com uma ação de rescisão de contrato e despejo do inquilino não paga aluguel. Para imóveis locados com imobiliárias, a maioria delas presta auxílio jurídico para os proprietários que lidam com esse problema.

0

Sem categoria

Uma das ferramentas mais poderosas do Marketing Imobiliário é anunciar no Google e coletar os leads que surgem dessa estratégia para vender ou alugar casas e apartamentos.

No entanto, são muitas as imobiliárias e os corretores de imóveis que utilizam a ferramenta, mas não conseguem ter sucesso. Investem mais de R$200,00 por lead, mas não registram os lucros esperados.

Existe uma boa maneira de anunciar no Google e conquistar os resultados esperados no Marketing Imobiliário? Claro que sim! Quer saber como? Então veja abaixo!

1. Segmente seu público por renda no Marketing Imobiliário

Pode estar um pouco escondido no Google AdWords, mas é possível segmentar os seus anúncios com base em vários dados demográficos e de interesse do seu público. O principal deles no Marketing Imobiliário é a renda.

Por exemplo, suponha que você seja uma construtora que vai levantar um novo prédio de luxo em um bairro nobre da cidade. Vale a pena exibir o anúncio para quem não tem a faixa de renda necessária para investir?

Mesmo que as pessoas queiram o imóvel, dificilmente conseguirão o financiamento para isso. Portanto, seria dinheiro gasto sem necessidade.

Dessa forma, segmente o público que você quer atingir com base na faixa de renda necessária para financiar o imóvel que você está vendendo ou alugando. Assim, suas chances de sucesso aumentam.

2. FIltre o anúncio por localização geográfica dos visitantes

Imagine que você é um corretor de imóveis que trabalha na cidade de São Paulo e tem na sua carteira 15 apartamentos para vender e 18 para alugar.

Para aumentar as suas chances de sucesso, decide anunciar no Google Ads para conseguir mais leads e fechar mais negócios até o fim do mês. O problema: você não filtra o público-alvo por localização.

Resultado: você recebe ligações de pessoas de Pernambuco, Bahia, RIo de Janeiro, Santa Catarina e Paraná querendo comprar ou alugar seus imóveis. É a prova de que os anúncios no Google funcionam, mas nenhum deles fecha negócio pois não estão em São Paulo.

Isso significa que você desperdiçou o seu orçamento com pessoas que nunca seriam clientes em primeiro lugar pois não estão na mesma região que você.

Foque seus anúncios na cidade onde você atua e, no máximo, crie um grupo extra para pessoas de cidades próximas, especialmente se você vive em uma região metropolitana.

3. Utilize as palavras-chave corretas para o seu negócio

Um dos segredos para anunciar no Google corretamente é usar as palavras-chave que o seu público usa. Afinal, você quer aparecer para ele com o seu anúncio, correto?

Por mais que o seu público use termos errados ou abrevie, se é assim que ele se comunica, são esses os termos que você deve usar.

Por exemplo, apesar do correto ser “apartamento no Leblon”, seu público pode pesquisar por “ap leblon”. Por isso, você deverá fazer um estudo prévio para ver quais as palavras-chave mais importantes para os seus imóveis e como utilizá-las para aumentar sua geração de leads.

4. Remova palavras-chave negativas dos seus anúncios

Um truque que pouca gente conhece no Google é remover as palavras-chave negativas relacionadas ao seu anúncio. Palavras negativas são aquelas que são relacionadas ao tema do anúncio, mas que atraem um público que não será convertido.

Por exemplo, imagine que você quer vender apartamentos em Itaquera, São Paulo. Por isso, faz o anúncio com a palavra-chave: “apartamentos em itaquera”. No entanto, é importante remover a palavra “alugar” ou “aluguel”, pois elas atraem um público que não querem o que você tem a oferecer.

Tendo esse cuidado em mente, seus anúncios serão muito mais eficazes, pois não aparecerão para pessoas que não querem se tornar seus clientes. Assim, cada clique terá maior chance de conversão e você terá um CPA menor.

5. Faça Testes A/B no Marketing Imobiliário

Se você é curioso e gosta de experimentar, com certeza terá sucesso no Marketing Imobiliário, pois ela dá uma ótima margem de testes e experimentações.

Por exemplo, é melhor dizer “Compre seu apartamento em Curitiba agora!” ou “Apartamentos à venda em Curitiba”? Talvez seja melhor colocar o valor do imóvel no anúncio? Pode ser que sem valor atraia mais gente, mas a conversão seja maior com o valor lá.

Enfim, realize Testes A/B (são aqueles em que comparamos os resultados de duas variações) para saber qual a versão mais otimizada de cada anúncio que você mantém no ar.

Essas são as principais práticas para anunciar no Google com categoria no Marketing Imobiliário. Seguindo essas dicas, seus anúncios ficarão mais otimizados: cada clique custará menos, cada conversão custará menos e a eficiência será muito maior, o que gerará um ROI melhorado também.

E aí, gostou das nossas dicas? Elas são fáceis de seguir, não é mesmo? Se sobrou alguma dúvida sobre como criar os melhores anúncios no Google Ads, deixe um comentário abaixo!

0

Sem categoria

Durante muito tempo os pop-ups foram considerados inimigos da boa navegação na internet. Bastava entrar em um site para sermos bombardeados com diversas janelas de publicidade, muitas vezes completamente descontextualizadas. Os usuários passaram a instalar extensões de bloqueio de anúncios em seus navegadores, e a publicidade online teve que se reinventar. Mas os pop-ups passaram a ter outras funções, que podem ser muito úteis para atrair seu cliente e redireciona-lo para o conteúdo certo.

Agora instalados nos próprios sites, os pop-ups se tornaram uma valiosa ferramenta para gerar leads. Com os pop-ups você pode interagir de maneira mais pessoal com o consumidor e, mais importante, capturar dados para gerar vendas.

A evolução das janelas pop-ups promete muito menos interferência na experiência dos usuários e muito mais conversões. Se você ainda não apostou no formato, continue lendo e entenda como gerar leads com pop-ups:

A seguir mostraremos como estar criando um Poup-Up diretamente do seu sistema apresenta.me, para seu site.

Passo 1. Criando banner
Clicando no menu em: Site>Banner> Banner+, você acessa a página de cadastros do banner. Clique em ‘’+ CADASTRAR’’.

Passo 2. De uma descrição ao banner, depois em GRUPO DE BANNER-selecione Poup-Up. logo após selecione uma imagem e carregue-a em ‘’enviar imagem’’

Passo 3. Na opção ‘’tipo de redirecionamento’’ você pode selecionar duas opções : ou digitar um Link ( aqui você pode redirecionar seu Lead para qualquer página que você queira, um Blog , um canal no Youtube por exemplo) ou a opção Página do Site (que ali ele te dá opções de suas páginas no site, como página de contato por exemplo, fazendo seu cliente se cadastrar ou até mesmo entrar em contato para tirar alguma dúvida ) e por fim Clique em Salvar.

Passo 4. Edite sua página home. No menu em: Site>Páginas + , pesquise por Home , abra ela e em ADICIONAR UM NOVO BLOCO DE CONTEÚDO, adicione uma coluna 100%(opcional ser 100%) ela irá para a parte de baixo do site, vá até la e arraste para cima deixando como primeiro bloco

Passo 5. Arraste o widget ‘’banner ‘’ até esse bloco que criamos (esse é o local que ele irá aparecer no site, podendo ser posicionado em outro local caso queira). depois do banner posicionado, iremos escolher o grupo do banner que será Poup-Up e por fim clicamos em ‘’gravar Informações ‘’

Passo 6. Então você já pode ir ao seu site e atualizar a página que ele aparecerá 😊

E assim você pode direcionar seu cliente para aonde você desejar.

0

Sem categoria

Primeiramente do que se trata o funil de vendas? Bom, é processo que ajuda vendedores a transformarem Leads, potenciais em Clientes. Na verdade, aumentar a eficiência do funil de vendas está entre as principais prioridades nas vendas, um bom funil de vendas pode proporcionar aos vendedores informações sobre o processo de vendas, pois obtendo cada etapa separada e vendo a porcentagem que transfere de uma etapa para a outra , você consegue analisar aonde cada vendedor\corretor, tem mais dificuldade e consequentemente poder corrigir.

No entanto, quase 68% das empresas não identificaram ou não tentaram avaliar um funil de vendas. A mesma pesquisa mostrou que 79% dos leads nunca são convertidos a clientes pagantes.

Isso é certo sem um funil de vendas sólido, é quase impossível converter leads e aumentar as vendas e a receita ao longo do tempo. Mas o que caracteriza um bom funil de vendas?

Organização das etapas

Temos aqui uma parte importante , que seria dividir as fazes de uma venda\negócio para melhor chegar ao fim do funil com uma boa porcentagem de clientes .Como o nome indica, um funil de vendas é mais largo na parte superior e estreito na parte inferior. Cada etapa do funil empurra os clientes mais qualificados para a próxima e deixa de lado aqueles que não se encaixam em sua oferta. como exemplo do mesmo podemos montar por exemplo um funil de vendas :

Não contatado >

seria quando temos o lead porém ainda não o conhecemos e não ofertamos nada a ele .

Contato feito (Lead) >

fase em que já estamos em conversa com o mesmo, obtendo informações para poder oferecer o que procuram

Proposta apresentada >

momento mais esperado pelo vendedor, poder ofertar ao cliente , fazer a proposta do que ele mais se interessou.

Negociação >

momento em que dados são checados,formas de pagamentos e etc e após esta fase estar ok, passamos para a próxima e ultima fase.

Ganho >

momento em que fechamos realmente negocio, transformando o lead em cliente .

Como mencionamos anteriormente, um funil de vendas bem definido beneficia tantos os clientes potenciais e suas jornadas antes da compra, quanto a saúde e receita da sua empresa. Em outras palavras, um funil de vendas oferece uma visão completa de onde está o dinheiro no seu ciclo de vendas. Um funil bem gerenciado torna todos os seus esforços de vendas bem organizados e dá a você o controle sobre os resultados.

0

Sem categoria

Com mercado aquecendo novamente, segmento de empreendimentos compactos passa a ser alvo de investidores nas grandes capitais. Confira!

Os mini apartamentos  atraem cada vez mais investidores, principalmente em cidades grandes como São Paulo. Hoje em dia, é comum encontrar compradores interessados em unidades de até 37m², com apenas 1 dormitório ou do tipo studio.

Esse tipo de moradia vai de encontro direto com o novo estilo de vida dos cidadãos brasileiros. Com o dia a dia cada vez mais corrido, os moradores de cidades grandes, buscam por imóveis próximos à região onde trabalham e que sejam fáceis de cuidar na rotina diária.

Casando-se cada vez mais tarde, os usuários solteiros não se incomodam com o fato de morar em apartamentos super pequenos, pois eles atendem às suas necessidades básicas, como ter um ambiente para dormir, tomar banho e fazer suas refeições.

O passar dos anos mostrou o reflexo desse comportamento no mercado imobiliário, que hoje tem quase metade de unidades vendidas com metragens abaixo de 45m². O foco é o público jovem adulto, antes dos 30 anos, que saiu da casa dos pais para morar sozinho, mas ainda não constituiu família.

São jovens com empregos fixos que buscam por qualidade de vida e dão valor a praticidades do dia a dia.

Pensando nisso, as construtoras que trabalham com unidades deste tipo criam áreas compartilhadas para reduzir o tempo em atividades de casa e custo com esse tipo de tarefa.

Como as unidades são compactas, o prédio geralmente conta com mais unidades por andar e menos espaço para área de serviço. Desta forma, é possível encontrar lavanderia própria do condomínio e salas equipadas como Wi-Fi para uso de todos. Esse tipo de benefício se assemelha ao encontrado em hotéis e flats pelo Brasil.

Outro mercado que consegue fazer bom uso dessa tendência em empreendimentos é o de móveis planejados.

Com espaço reduzido, é preciso pensar em como tirar melhor proveito do ambiente e os móveis pensados diretamente para studios e pequenos apartamentos é o jeito certo de se organizar e ter mais conforto em casa. Serviços como entregas de compras e refeições prontas por delivery também conseguem desfrutar desse estilo de vida cada vez mais comum nas grandes capitais.

Para quem está interessado em investir, os imóveis compactos são ótimas oportunidades em custo benefício. Esse tipo de empreendimento tem valores mais baixos, mas garantem alta rentabilidade se o negócio for locação.

Devido a praticidade e localização privilegiada em regiões centrais ou comerciais, os apartamentos compactos tem alta procura e oferecem a possibilidade da cobrança de aluguéis com valor acima da média percentual praticada pelo mercado em geral.

Ainda que a compra de um imóvel compacto não esteja no radar dos usuários, esse tipo de empreendimento é bastante procurado para aluguel, seja por um período grande, com o objetivo de facilitar a vida de quem trabalha e estuda em regiões mais afastadas ou até mesmo como alternativa para quem está em uma cidade grande a trabalho e deve retornar em algum tempo para sua cidade natal.

Muitos procuram, como alternativa para economizar com hotel, opções de studios já mobiliados. A praticidade de poder preparar refeições em casa e lavar as roupas em ambiente compartilhado no prédio representa uma economia expressiva se considerarmos uma estadia mais longa.

Além do nicho de pessoa física, o investimento em imóveis deste tipo pode mirar também no mercado empresarial. Muitas áreas enviam funcionários para cidades maiores para representar a empresa ou fechar negócios. Esse tipo de atuação pode ser uma excelente oportunidade, pois muitas tem viagens recorrentes e querem poupar custos a longo prazo.

0

Sem categoria

Quem atua no setor sabe, a inadimplência é um dos principais vilões quando o assunto é saúde financeira imobiliária. Trata-se, de fato, de um dos mercados que mais sofrem com as flutuações e crises econômicas.

Nesse cenário, uma das ações mais efetivas é investir em um sistema assertivo de cobrança na sua imobiliária, através da plataforma Imobiliária Apresenta.me, Tudo se torna mais fácil e seus processos automatizados, de uma forma mais precisa na gestão de pagamentos.

Podendo ter acesso rápido sobre todas as suas contas a pagar e contas a receber, em tempo real, de quantos dias faltam para vencer e controle dos já vencidos, fica muito mais fácil manter as contas em dia. através do Apresenta.me você consegue prever e resolver antecipadamente seus problemas, que causariam desconforto tanto para você quanto para seu cliente.

Tendo em Mãos tantas informações registradas e podendo ter acesso a elas a qualquer momento, torna-se muito útil para combater o inadimplência e aumentar o controle sobre os recebimentos. Alguns exemplos de ferramentas interessantes nesse sentido são:

  • Emissão de boleto e remessa com layout bancário;
  • Envio de boletos por e-mail;
  • Opção de reajuste automático de aluguel;
  • Controle de inadimplência;
  • Baixa automática de boletos emitidos;
  • Controle de apresentação de contas quitadas (como água, condomínio, luz, etc);
  • Informações e alerta relacionadas a pendências de contrato.
  • Relatórios personalizados e completos, exportação para Excel, filtros exclusivos. Envio de relatório mensal para cliente.
  • Contas Pagar e Receber Completo controle, pagamentos agendados.

Com tudo isso você pode Gerenciar o financeiro de sua imobiliária diretamente pelo sistema, automatizar suas cobranças de locações e muito mais !

0

Sem categoria

Em tempos de concorrência acirrada e crise, o marketing para imobiliárias é indispensável para as empresas desse segmento. Isso porque é por meio dele que construtoras e imobiliárias podem atrair mais clientes e se diferenciar.

Ademais, as ações de marketing podem evitar a queda nas vendas nesse difícil momento pelo qual o mercado passa. Por conta desses motivos, investir em campanhas é um imperativo para a sobrevivência das empresas desse setor.

Para falar mais sobre esse assunto, indicamos algumas estratégias de marketing para imobiliárias que podem alavancar seus resultados. Confira na leitura e aplique-as agora mesmo!

Técnicas de marketing para imobiliárias: #1 – Utilizando plataformas imobiliárias

Uma forma de alavancar vendas e facilitar o atendimento ao cliente é investindo em plataformas de marketing digital imobiliário.

A maioria dessas plataformas oferece uma série de funcionalidades, tais como sincronização com portais imobiliários de grandes empresas do setor e campanhas digitais.

Outra possibilidade oferecida por esses serviços é a integração do site com as redes sociais, de modo a aprimorar a divulgação da marca.

Além disso, as plataformas possibilitam a otimização de sites profissionais compatíveis com dispositivos mobile.

Muitas das plataformas imobiliárias disponibilizam também ferramentas completas para que o corretor possa fazer a gestão das locações e lançamentos.

Técnicas de marketing para imobiliárias: #2 – Investindo em CRM

Outra ferramenta digital indispensável no marketing para imobiliárias é o gerenciador de relacionamento ou CRM. Essa é a melhor forma de oferecer um atendimento personalizado aos clientes.

Isso porque essa ferramenta reúne informações valiosas sobre possíveis clientes, identificando suas dores em toda a jornada de venda e auxiliando-o a encontrar uma solução.

Mas como exatamente funciona um CRM? A facilidade oferecida está relacionada ao fato de ele armazenar os dados dos leads de maneira automática.

Somente para exemplificar, usuários podem ter seus dados coletados ao preencher cadastros para receber emails com novidades.

Um CRM é capaz de coletar também dados referentes ao tipo de imóvel que um usuário procura, a partir dos filtros que ele utiliza em suas buscas.

Técnicas de marketing para imobiliárias: #3 – Usando as redes sociais

De acordo com um levantamento feito pela agência ComScore, 55% dos brasileiros de 35 a 49 anos utilizam as redes sociais para procurar imóveis.

Isso significa que, se você não faz uso desses canais para divulgar sua marca, está perdendo a oportunidade de entrar em contato com milhares de clientes em potencial.

De fato, as redes sociais possibilitam a criação de novos relacionamentos, haja vista que é um canal aberto da empresa com seus clientes e leads.

Outra razão para utilizar esses sites em suas campanhas de marketing digital para imobiliárias é o fato de elas permitirem a divulgação de conteúdos.

“Ao utilizar esses canais para levar ao público novidades e curiosidades sobre o mercado imobiliário, sua marca ganha em credibilidade e inspira mais confiança.”

Com essa estratégia, uma imobiliária ou incorporadora pode vir a se tornar uma autoridade em seu segmento, o que melhora seu posicionamento na web.

Técnicas de marketing para imobiliárias: #4 – Diversificando as mídias de divulgação

Até aqui, apresentamos como você pode de se diferenciar da concorrência nos meios digitais. No entanto, o marketing para imobiliárias pode ser feito também por meio das mídias tradicionais.

Com isso, uma empresa pode chegar a outros públicos e reduzir as distâncias com possíveis clientes.

Uma forma de fazer marketing imobiliário fora da web é organizando eventos sobre o assunto, para divulgar produtos e serviços.

É possível ainda entrar em contato com televisões para disponibilizar esclarecimentos sobre o assunto em programas de TV ou pagar por anúncios em outdoors.

Técnicas de marketing para imobiliárias: #5 – Investindo no “boca a boca”

Entre as ações de marketing para imobiliárias, a prática do “boca a boca” é, com certeza, uma das mais antigas e eficazes.

O poder dessa prática está na influência que o comentário de um cliente satisfeito pode ter sobre alguém que deseja comprar um imóvel.

Isso porque, nesse caso, a indicação é desinteressada, inspirando mais confiança. Por isso, é recomendável cuidar de áreas sensíveis do negócio, como o atendimento e o relacionamento com os clientes.

Uma maneira mais direta de investir no “boca a boca” é oferecendo recompensas para clientes que indicam a empresa para amigos e conhecidos.

Investindo em marketing para superar crises e vender mais

Conforme podemos ver, investir em campanhas e ações de divulgação de produtos e serviços é uma forma de superar os limites impostos pela crise do mercado de imóveis.

De fato, o marketing para imobiliárias possibilita o aumento das vendas, por meio do aumento da exposição das marcas. Além das ferramentas digitais e plataformas, você pode usar outdoors e espaços na TV. Apareça e venda mais!

Você conhece mais técnicas de marketing que podem ser usadas por imobiliárias? Compartilhe seu conhecimento!

Secundárias: marketing imobiliário, marketing digital para imobiliárias, ações de marketing para imobiliárias.

LSI: marketing digital imobiliário, estratégias de marketing para imobiliárias.

0

Sem categoria

Aqui vale recorrer a célebre frase de Peter Drucker: “Se você não pode medir, você não pode gerenciar”. É isso mesmo! Como se pode falar em reduzir custo de uma operação se você não mede, não acompanha de perto como estão suas despesas? Isso não vai nos levar a lugar algum. Então é muito importante que você tenha o controle das despesas.

Esse controle pode ser:

  • Manual (formulários, fichas)
  • Planilhas de Excel
  • Software Gestão Financeira


Em qualquer uma das opções escolhida, é importante que se identifique com o quê você está gastando, organizando suas despesas através de Planos de Contas e Centros de Custos. Assim você terá uma visão clara para onde o seu dinheiro está indo, e poderá assim traçar estratégias de como e quanto poderá economizar.

Como melhorar os resultados na venda e locação?

Este é um ponto unânime. Até as imobiliárias com alta performance e resultados excelentes tem o sentimento de que poderiam fazer mais negócios.

Corretores de imóveis autônomos e imobiliárias mais enxutas conseguem sim ter um controle maior desses atendimentos devido ao menor volume de oportunidades que chegam até elas, mas a medida em que as imobiliárias vão crescendo, encontram uma dificuldade maior em gerenciar todos os atendimentos. Para isso, também pode-se valer dos controles:

  • Manual (formulários, fichas de atendimento)
  • Planilhas de Excel
  • CRM (Software para gestão dos clientes)
  • Acreditamos que, para existir um acompanhamento de general com todos os atendimentos que passam pela sua imobiliária, de onde eles chegam, como está o atendimento e se são “descartados” quais os motivos, é fundamental que se utilize um sistema capaz de lhe dar essas e outras informações em tempo real. Assim você poderá ter uma gestão imobiliária efetiva perante sua equipe, pois estará munido de informações relevantes para ajuda-los a melhorar os seus resultados e consequentemente o seu negócio.

Como resolver o problema de falta de tempo?

Certamente você já deve ter ouvido falar de expressões como: “Tempo é dinheiro”, “O tempo é finito” ou “Todo mundo possui 24 horas por dia, cada um faz o que quer com ele”.

Você pode interpretá-las como preferir, mas esta última é a maior verdade de todas. Temos 24 horas por dia para dividirmos entre: trabalho, família, atividade física, lazer, dormir, comer, enfim… É muita coisa pra pouco tempo, não é mesmo? De qualquer forma esta é nossa dura realidade e ninguém vai conseguir mudar. Mas podemos otimizar melhor o nosso tempo e uma das atividades que mais consomem tempo no nosso dia é o TRABALHO.

Se você é do tipo centralizador, certamente lhe falta tempo a noite e nos finais de semana para dedicar pra você e sua família. Seu trabalho toma a maior parte do seu dia e aí vai algumas dicas para mudar esse cenário, melhorando sua produtividade, e consequentemente, a qualidade de vida:

Organize suas atividades: Você pode usar uma agenda, um aplicativo para To Do List ou até mesmo o bloco de notas de seu celular, o importante é se organizar. Liste as tarefas diárias, coloque prioridades e diminua ruídos que te fazem perder o foco.
Delegue tarefas: Não centralize todas as atividades para si. Saiba reconhecer os talentos da sua equipe e distribua tarefas. Liderar e não delegar ainda é não liderar, certo? Veja algumas dicas clicando aqui.
Use a tecnologia a seu favor: Deixe que sistemas e aplicativos façam o trabalho pesado por você. As vezes gastamos muitas horas do nosso dia fazendo uma atividade muito operacional. Conferindo relatórios ou conferindo contas gigantescas, coisas que a tecnologia resolve em segundos. Assim, você fica com a parte analítica e tem mais tempo para cuidar da sua equipe e treinamentos.

Como melhorar os treinamentos para sua equipe?

Se você está no mercado imobiliário há algum tempo já deve ter pensado “Ah, se eu pudesse e tivesse tempo de atender todos os meus clientes provavelmente não perderia nenhum negócio”. Se isso acontece frequentemente, é um sinal de que você precisa compartilhar seu conhecimento com SUA EQUIPE! São eles que vão atender os SEUS CLIENTES e terão a oportunidade de surpreende-los ou decepciona-los.

É fato que podemos e devemos melhorar os treinamentos para nossas equipes. Mas a verdade é que nunca temos tempo o suficiente para dedicar. Com isso, quem acaba perdendo é a sua empresa. Sem treinamentos, seu corretor ou colaborador não está preparado para dar um atendimento que surpreenda o seu cliente.

Um estudo feito pelo SEBRAE em parceria com a Endeavor demonstra claramente qual a cultura de treinamento da maioria das empresas brasileiras: “A concepção generalizada é a de que as pessoas aprendem fazendo, por meio de tentativa e erro, ou pela simples leitura de manuais. ”

Invista em treinamentos e veja como o desempenho da sua equipe irá disparar.

0

Sem categoria

O Balanço Patrimonial é um relatório contábil gerado após o registro de todas as movimentações financeiras de uma empresa em determinado período. Esses registros dos fatos contábeis são aqueles que constam no livro diário da empresa.

Essa demonstração informa toda a situação patrimonial, ou seja, os bens, direitos e obrigações de uma empresa. Além disso, é possível identificar todos os investimentos e suas fontes de recursos.

Por esses motivos e outros que ele, junto com uma Demonstração de Resultado do Exercício (DRE) é uma excelente fonte de informação para o planejamento e ação nas empresas.

Para que serve um Balanço Patrimonial

O Balanço Patrimonial é a forma de representar todos os registros contábeis para que o empreendedor possa utilizar as suas informações. Ele organiza e classifica as informações em blocos para o empresário. Com isso se espera aproximar as informações contábeis para os gestores da empresa.

Com o Balanço é possível:

  • Ter uma posição patrimonial da empresa e conhecer todos os bens, direitos e obrigações em determinado período;
  • Entender as fontes de recursos para os investimentos da empresa;
  • Observar a sua evolução história para o planejamento e ação futura;
  • Permitir e dar lastro ao pagamento de dividendos aos sócios da empresa;
  • Permitir o Planejamento Tributária da Empresa;
  • Fornecer informações úteis para as partes interessadas (stakeholders)

Quando e para que tipos de empresa o Balanço Patrimonial é obrigatório.

Se a utilidade do balanço não foi o suficiente para fazer com que o levasse mais a sério e usá-lo como ferramenta de análise, é oportuno lembrar que se trata de um documento obrigatório para qualquer tipo de empresa no Brasil (menos o MEI).

Ao mesmo tempo, o único tipo de profissional que pode fazer um balanço patrimonial é um contador (devidamente inscrito no Conselho Regional de Contabilidade, CRC) e deve ser feito pelo menos anualmente (mas o controle é mensal com os balancetes).

Por isso, você, como empresário, precisa cobrar do seu contador não só a confecção do balanço patrimonial, como a qualidade dele – garantindo assim uma boa ferramenta de análise do seu negócio (veja mais sobre como cobrar o seu contador.

O objetivo da análise do Balanço Patrimonial é ver o resultado econômico da empresa, de fato enxergar como ela está das pernas naquela determinada data.

Porém, para ter esse simples e importante documento em mãos, é preciso fazer um ótimo controle do fluxo de caixa e, claro, ter um contador de qualidade e confiança.

Identificou alguma necessidade sua nos itens acima? Vamos continuar nossa jornada para você entender melhor como o Balanço Patrimonial poderá te ajudar.

0