Your address will show here +12 34 56 78
Sem categoria

Sabemos que toda a economia Brasileira foi afetada pela pandemia, com o Coronavírus (COVID-19) todos foram afetados de diversas maneiras, seja direta e/ou indiretamente, posso me arriscar aqui dizendo que o mundo vem sendo afetado.

E como se destacar nesse período? Como se manter no mercado imobiliário?

Aqui você terá 3 dicas infalíveis que vão ajudar a sua gestão comercial a enfrentar a Pandemia e se manter no Mercado Imobiliário:

1ª Automatização dos seus processos:

Atualmente são tantos fatores decisivos para o fechamento de uma venda que ela pode se tornar complexa, e por vezes perdemos vendas por falta e ou falha no atendimento. Diante disso é necessário que você Gestor, Proprietário ou gerente faça a gestão da sua imobiliária de forma diferenciada e com muita expertise.

Desse modo, você cria mecanismos de automação de processos, onde você terá uma administração enxuta e muito mais rápida, atendendo as necessidades do mercado, quando hoje não mais encontramos clientes dispostos a aguardar tempo com burocracias que podem ser evitadas.

Por isso, indico a você invista em um sistema de gestão de imobiliárias completo, onde você pode contar com toda a gestão de locação completo vinculado ao financeiro, controle da movimentação de chaves, CRM, Automatização das cobranças (reconhecimento de pagamento, identificação de inadimplência e envio de cobranças de forma automatizada) e Distribuição automática dos Leads.

ACREDITE é possível… Tudo isso você encontra em um único sistema! Qual? APRESENTA.ME.

2ª Utilize toda a Tecnologia a seu favor:

A pandemia serviu para adiantar um futuro que estava desenhado, a era digital! Sendo assim, a tecnologia tem sido a principal ferramenta para o ramo imobiliário.

Com isso, a melhor maneira de se sobressair e evitar desperdício de tempo é automatizar cada etapa do seu funil de vendas e seus processos na imobiliária, para fazer isso é fácil basta utilizar a tecnologia a seu favor.

Afinal, existem várias possibilidades nas áreas da tecnologia que podem e devem auxiliar seu negócio não só em alavancar suas vendas, como gerar novos leads e atendê-los de forma eficaz e transformar sua imobiliária como a melhor do mercado.

Como? Com o auto ranqueamento, com rodízio automático de leads, buscando sempre o sucesso da imobiliária, pois sim a Apresenta.me tem um sistema completo para a gestão da sua imobiliária.

3ª Conte com a ajuda de um sistema especializado em Gestão Imobiliária:

Mais uma ótima dica para você dono de imobiliária que está precisando contar com um parceiro que resolva suas necessidades.

Automatize seus processos, descomplique seus atendimentos e te auxilie na gestão completa de sua imobiliária entre em contato agora com a Apresenta.me, uma empresa perita em soluções tecnológicas para imobiliárias e vendas, que possa auxiliar na estrutura dos processos e estratégias que tornem as suas vendas cada vez mais eficientes.

Você está precisando de uma solução para a gestão da sua imobiliária? Precisando automatizar processos burocráticos? Precisando eliminar aquela montoeira plataformas para atender sua demanda? Fale com a Apresenta.me!

A Apresenta.me sistema de tecnologia e gestão para imobiliárias oferece um Software que tem como principal objetivo facilitar a vida das pessoas no mercado imobiliário e agilizar os processos da gestão para imobiliárias com um sistema completo em uma única plataforma e de quebra você ainda tem um site que é editável, sim eu falei editável, você pode altera-lo e deixar ele com a cara do seu negócio.

Não deixe de entrar em contato conosco, estamos prontos para atendê-lo.

0

Sem categoria

A LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS (LGPD) Lei nº 13.709, fora aprovada há algum tempo, mais especificamente em de 14 de agosto de 2018 e a mesma entrou em vigor em agosto de 2020. A Lei refere-se à regulamentação do tratamento de dados pessoais. Saliento ainda que dados pessoais, no que se refere à Lei LGPD, são as informações fornecidas a uma empresa em determinado momento. O tratamento é definido pela forma como eles são utilizados, em ações específicas de marketing ou em outro tipo de ação.

A Lei ainda é clara quanto a usos por meios digitais, seja por pessoa natural ou por pessoa jurídica de direito público ou privado, com o objetivo de proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade e o livre desenvolvimento da personalidade da pessoa natural. Para saber na íntegra LEI Nº 13.853, DE 8 DE JULHO DE 2019

QUAL O ÓRGÃO QUE REGULA A LGPD?

Segundo a Lei LGPD essa responsabilidade é da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), órgão da administração pública direta federal do Brasil que faz parte da Presidência da República e possui atribuições relacionadas a proteção de dados pessoais e da privacidade.

De acordo com a lei sancionada em 2019, é competência da ANPD:

Atentar para a proteção dos dados pessoas; definir procedimentos à Política Nacional de Proteção de Dados Pessoais e da Privacidade; aplicar sanções em casos de irregularidades no tratamento de dados.

E não menos importante e também de sua responsabilidade orientar e tirar dúvidas sobre a aplicação e uso da LGPD. Não servindo apenas como penalizador mais como uma ponte para que seja cumprido o que rege a Lei.

AFINAL QUEM SÃO OS ENVOLVIDOS NESTE PROCESSO DE PROTEÇÃO DE DADOS???

São 4 agentes na participação ativa da proteção de dados:

O titular – Proprietário dos dados, no caso as pessoas físicas e/ou responsáveis quando menor;

O controlador – Este é o tomador dos dados, pessoas jurídicas;

O operador – Pessoa Jurídica que é responsável pela coleta de dados e sua mantedora da segurança através de soluções automatizadas.

O encarregado – É a pessoa física responsável, o mesmo responderá pela proteção dos dados da empresa. É o seu representante legal, que fará contato com a ANPD se houver necessidade, e segundo a Lei o mesmo poderá até ser responsabilizado junto com a pessoa jurídica no caso de mal uso dos dados ou seu vazamento por quaisquer motivos.

O QUE MUDA COM A LEI LGPD???

– Consentimento das partes e quando menor consentimento do Responsável legal;

– Cumprimento de obrigação da legislação;

– Proteção da vida;

– Tutela da saúde;

– Interesses legítimos do controlador/terceiro;

– Proteção ao crédito;

– Responsabilidade com os dados;

COMO SE ADEQUAR ÀS NOVAS EXIGÊNCIAS?

O Primeiro a ser feito é designar uma pessoa responsável em se ater as informações, obrigações e legalidade que a LEI exige e o mesmo deverá verificar o que precisa ser alterado dentro de sua organização para se adequar à Lei.

Neste processo será importante saber para onde vão, onde ficam armazenados, quem tem acesso aos mesmos. Bem como, se fora compartilhado com terceiros – no Brasil ou exterior. Para aí sim, destacar o que está fora da legalidade e adequá-las.

Definidos os pontos a serem adequados, é necessário desenvolver procedimentos para tornar a transação de dados totalmente segura tanto para a empresa quanto para os consumidores. Um bom exemplo disso é o sistema da Apresenta.me, possui um campo que fica disponível para a empresa colocar o seu regimento e o cliente deverá confirmar o aceite deste. Evitando quaisquer problemas legais e financeiros, sabendo que o não cumprimento acarretará em multa.

O que se conclui-se diante de todo esse cenário é que a entrada em vigor da LGPD significa um grande desafio tanto para as empresas, que precisarão rever vários processos para garantir a segurança e privacidade de dados, como para as empresas de tecnologia, que precisam se adequar e fazer com que seja funcional para os seus clientes pessoas jurídicas que neste caso serão os CONTROLADORES consigam agir dentro da Lei.

0

Veja o poder que a sua imobiliária pode ter
WhatsAppSó mais alguns dados!
Preencha este formulário para agilizar o processo de atendimento!