Your address will show here +12 34 56 78
Sem categoria

Na metade de fevereiro de 2020, o Banco Central anunciou um novo meio de pagamento instantâneo: o Pix. Este método promete mudar as formas de pagamento e transferência do país,  espera-se que o lançamento do Pix proporcione a todos serviços rápidos, baratos e modernos, e traga grande resposta. O pix será uma nova opção para TED, DOC e cartões bancários, bem como para pessoas físicas e jurídicas para remessa, pagamento ou cobrança. Com ele, indivíduos e empresas podem concluir essas transações em menos de 10 segundos usando apenas um aplicativo móvel.

Mas afinal, como funciona?

O objetivo do Pix é simplificar as transações financeiras de forma que demore menos de 10 segundos para transferir fundos de uma conta para outra. Este processo é rápido porque não requer intermediário, o processo fica menor, reduzindo assim o tempo e custos de transação e qualidade. A transação será realizada de forma rápida e simples. Para usar este método, os usuários devem ter uma conta com um provedor de serviços de pagamento, e os pagamentos podem ser realizados de várias maneiras:

Inserindo manualmemte os dados: Dessa forma, o pagador deverá informar os dados do recebedor como nome completo, CPF, dados da conta, etc, o sistema identifica o pagamento efetua o mesmo.

Inserindo chave de endereçamento: Para identificação dessa chave, o pagador deverá inserir alguma informação pessoal do recebedor fazendo com que o sistema identifique o mesmo. Essa chave pode ser um e-mail, número de telefone ou CPF, por exemplo.

QR code recebedor: O código QR também permitirá que o destinatário seja identificado. Portanto, a pessoa que recebe a cobrança deve gerar um código QR code para identificar a transação. Sendo assim, no momento da leitura, o usuário só precisa verificar os dados e confirmar o pagamento.

Como se cadastrar?

Para realizar o cadastro, tanto pessoa física quanto jurídica precisam ter uma conta transacional (conta corrente, poupança ou de pagamento) em um prestador de serviços financeiro seja ele um banco ou uma plataforma de pagamentos.

O cadastro será feito por meio dos próprios canais do banco, como banco online ou aplicativos. Os clientes devem informar às suas instituições financeiras qual chave Pix desejam usar para o registro. Quando a chave for definida e o registro for acordado, a instituição financeira enviará as informações do cliente ao BC para finalizar o registro em seu sistema.

Para cadastrar a chave e começar a usar o Pix, basta procurar a seção “Pix” no app do seu banco ou internet banking. De acordo com os regulamentos do banco central, todas as instituições financeiras participantes devem exibir novas opções nos menus de suas plataformas.

Vantagens:

–> O serviço estará disponível 24h por dia, podendo fazer transferências a qualquer momento do dia;

–> As transações demorarão em torno de 10 a 24 segundos;

–> Aumentar a segurança e aprimorar a experiência do cliente;

–> O PIX promete uma estrutura mais simples e e flexível, tornando os processos de transação em algo prático e ágil.

0