Your address will show here +12 34 56 78
Sem categoria

Uma das ferramentas mais poderosas do Marketing Imobiliário é anunciar no Google e coletar os leads que surgem dessa estratégia para vender ou alugar casas e apartamentos.

No entanto, são muitas as imobiliárias e os corretores de imóveis que utilizam a ferramenta, mas não conseguem ter sucesso. Investem mais de R$200,00 por lead, mas não registram os lucros esperados.

Existe uma boa maneira de anunciar no Google e conquistar os resultados esperados no Marketing Imobiliário? Claro que sim! Quer saber como? Então veja abaixo!

1. Segmente seu público por renda no Marketing Imobiliário

Pode estar um pouco escondido no Google AdWords, mas é possível segmentar os seus anúncios com base em vários dados demográficos e de interesse do seu público. O principal deles no Marketing Imobiliário é a renda.

Por exemplo, suponha que você seja uma construtora que vai levantar um novo prédio de luxo em um bairro nobre da cidade. Vale a pena exibir o anúncio para quem não tem a faixa de renda necessária para investir?

Mesmo que as pessoas queiram o imóvel, dificilmente conseguirão o financiamento para isso. Portanto, seria dinheiro gasto sem necessidade.

Dessa forma, segmente o público que você quer atingir com base na faixa de renda necessária para financiar o imóvel que você está vendendo ou alugando. Assim, suas chances de sucesso aumentam.

2. FIltre o anúncio por localização geográfica dos visitantes

Imagine que você é um corretor de imóveis que trabalha na cidade de São Paulo e tem na sua carteira 15 apartamentos para vender e 18 para alugar.

Para aumentar as suas chances de sucesso, decide anunciar no Google Ads para conseguir mais leads e fechar mais negócios até o fim do mês. O problema: você não filtra o público-alvo por localização.

Resultado: você recebe ligações de pessoas de Pernambuco, Bahia, RIo de Janeiro, Santa Catarina e Paraná querendo comprar ou alugar seus imóveis. É a prova de que os anúncios no Google funcionam, mas nenhum deles fecha negócio pois não estão em São Paulo.

Isso significa que você desperdiçou o seu orçamento com pessoas que nunca seriam clientes em primeiro lugar pois não estão na mesma região que você.

Foque seus anúncios na cidade onde você atua e, no máximo, crie um grupo extra para pessoas de cidades próximas, especialmente se você vive em uma região metropolitana.

3. Utilize as palavras-chave corretas para o seu negócio

Um dos segredos para anunciar no Google corretamente é usar as palavras-chave que o seu público usa. Afinal, você quer aparecer para ele com o seu anúncio, correto?

Por mais que o seu público use termos errados ou abrevie, se é assim que ele se comunica, são esses os termos que você deve usar.

Por exemplo, apesar do correto ser “apartamento no Leblon”, seu público pode pesquisar por “ap leblon”. Por isso, você deverá fazer um estudo prévio para ver quais as palavras-chave mais importantes para os seus imóveis e como utilizá-las para aumentar sua geração de leads.

4. Remova palavras-chave negativas dos seus anúncios

Um truque que pouca gente conhece no Google é remover as palavras-chave negativas relacionadas ao seu anúncio. Palavras negativas são aquelas que são relacionadas ao tema do anúncio, mas que atraem um público que não será convertido.

Por exemplo, imagine que você quer vender apartamentos em Itaquera, São Paulo. Por isso, faz o anúncio com a palavra-chave: “apartamentos em itaquera”. No entanto, é importante remover a palavra “alugar” ou “aluguel”, pois elas atraem um público que não querem o que você tem a oferecer.

Tendo esse cuidado em mente, seus anúncios serão muito mais eficazes, pois não aparecerão para pessoas que não querem se tornar seus clientes. Assim, cada clique terá maior chance de conversão e você terá um CPA menor.

5. Faça Testes A/B no Marketing Imobiliário

Se você é curioso e gosta de experimentar, com certeza terá sucesso no Marketing Imobiliário, pois ela dá uma ótima margem de testes e experimentações.

Por exemplo, é melhor dizer “Compre seu apartamento em Curitiba agora!” ou “Apartamentos à venda em Curitiba”? Talvez seja melhor colocar o valor do imóvel no anúncio? Pode ser que sem valor atraia mais gente, mas a conversão seja maior com o valor lá.

Enfim, realize Testes A/B (são aqueles em que comparamos os resultados de duas variações) para saber qual a versão mais otimizada de cada anúncio que você mantém no ar.

Essas são as principais práticas para anunciar no Google com categoria no Marketing Imobiliário. Seguindo essas dicas, seus anúncios ficarão mais otimizados: cada clique custará menos, cada conversão custará menos e a eficiência será muito maior, o que gerará um ROI melhorado também.

E aí, gostou das nossas dicas? Elas são fáceis de seguir, não é mesmo? Se sobrou alguma dúvida sobre como criar os melhores anúncios no Google Ads, deixe um comentário abaixo!

0